Ambiente digital oferece novas possibilidades de comercialização para as rádios

(15/04) Pesquisa da Kantar Ibope Media aponta que 45% dos ouvintes de rádio online utilizam celular ou smartphone, 49% usam notebook e 8% escutam o meio pelo tablet

O rádio ultrapassou as barreiras físicas que ligam o ouvinte e a emissora por meio das novas possibilidades de consumo online. À medida que o meio se expande e alcança novas formas de veicular sua programação, a necessidade de os radiodifusores acompanharem os hábitos e comportamentos do consumidor aumenta.

De acordo com a professora de Jornalismo especializada em rádio da Universidkade de Brasília (UnB), Nélia Del Bianco, os smartphones oferecem uma nova oportunidade para as emissoras conquistarem os ouvintes. “O avanço dos aplicativos tem a ver com a necessidade das rádios de conquistarem audiência no ambiente digital. E o aplicativo tem a vantagem de se conectar com a essência das novas formas de consumo individualizado e não massivo”, disse.

Pesquisa da Kantar Ibope Media aponta que 45% dos ouvintes de rádio online utilizam celular ou smartphone, 49% usam notebook e 8% escutam o meio pelo tablet. Do total, 83% dos ouvintes preferem emissoras locais.

Outro estudo, realizado pela TG.net, mostra que a pluralidade de conteúdo agrada a diferentes gostos e pessoas. Os ouvintes que escutam rádio em busca de música correspondem a 78%. Já os que procuram informação, 41%. E os que gostam de conteúdos relacionados à emoção, 34%.

Para manter as emissoras atualizadas e conectadas com o ambiente mobile digital, a ABERT criou o Mobilize-se, projeto que disponibiliza três facilidades: o integrador, o aplicativo exclusivo e o portal Mobilize-se PLAY.

O integrador ABERT é um aplicativo que pode ser baixado em smartphones que possibilita o ouvinte escutar rádios de todo o Brasil. A rádio que entrar no Mobilize-se e solicitar o app exclusivo gratuito já passa automaticamente a fazer parte do integrador e do Portal Mobilize-se PLAY.

MOBILIZE-SE CAPA

Com o projeto, a ABERT cobre os custos iniciais de desenvolvimento do aplicativo da emissora e ainda paga os primeiros 6 meses de manutenção para a rádio. Após esse período, a emissora passa a pagar um salário mínimo por ano. Para uma rádio desenvolver seu próprio aplicativo sem participar do Mobilize-se, os custos iniciais giram em torno de R$3 mil, sem contar as taxas de manutenção cobradas mensalmente.

Uma pesquisa encomendada pela ABERT em 2013 revelou que apenas 1,3 mil rádios comerciais, das 4,6 mil existentes no Brasil, tinham aplicativo que transmite a programação disponível para smartphones. Com o apoio do Mobilize-se, a Associação estima que, em 2015, o Brasil atingiu a marca de 2,7 mil rádios com app exclusivo, mais da metade do total das rádios comerciais brasileiras.

Cadastre-se e encontre novas possibilidades para sua rádio. Acesse www.mobilize-se.net.br ou ligue0800 940 2104.

Fonte: Assessoria de Imprensa ABERT